Eles já provaram que são o projeto mais importante da música eletrônica brasileira no exterior. Entre turnês internacionais e remixes para artistas do nível de Madonna, a dupla de djs brasileiros figuram o line-up dos principais eventos eletrônicos nacional e mundial.

Hoje, carregam uma legião de fãs às principais festas e festivais eletrônicos do país; e por que não, para o exterior. O Felguk, projeto de Felipe Lozinsky e Gustavo Rozenthal, acaba de voltar de um dos maiores festivais de música eletrônica do mundo, o Tomorrowland, onde foram os únicos brasileiros do line-up. O Felipe e o Gustavo arranjaram um tempinho na tumultuada agenda de shows para contar com exclusividade ao FestivaisBR sobre a experiência de tocar no festival Belga, suas influências e o que podemos esperar para os próximos meses.

Primeiro gostaríamos de saber como foi tocar em um dos maiores festivais de música eletrônica do mundo, o Tomorrowland. Alguma situação interessante que vocês vivenciaram nos dias de evento? Como foi a recepção do público?

O Tomorrowland foi uma experiencia incrÍvel, não só pelo evento em sí – que é magnifico – mas também por como se desenrolou o nosso set lá. Para nossa surpresa, a pista se encheu de brasileiros, carregando bandeiras do Brasil, pouco antes de começarmos a tocar. Nos sentimos em casa, e a energia que rolou durante a apresentação cativou brasileiros e gringos que se aglomeravam cada vez mais, ao longo do set. No fim já falávamos no microfone em português e depois repetíamos em inglês. Foi muito legal.

Felipe e Gustavo no Tomorrowland

Como está a expectativa para o TOP DJ Mag deste ano?

Depois que entramos na lista no ano passado, rola uma expectativa maior de repetir o feito. É uma lista que ainda tem muito prestígio e nos sentimos honrados de sermos motivos de orgulho para muitos dos nossos fãs brasileiros.

O que vocês acham que representa para o cenário eletrônico no país, o reconhecimento que estão tendo internacionalmente?

Acho que o reconhecimento internacional de um artista brasileiro, fortalece a cena nacional. Passamos a nos sentir não só um mero importador de uma cultura gerada longe da gente, e começamos a nos sentir como parte integrante do cenário eletrônico, que também gera tendência a formar opinião.

Vocês têm algum DJ como referência para o trabalho musical do Felguk? O que tem tocado no ipod dos dois atualmente?

Somos fãs do Skrillex. A maneira como ele mesclou suas influências de rock com música eletrônica, e deu ignição a todo um gênero – o dubstep – é digno de admiração. Nos nossos iPods rola de tudo um pouco, mas predominantemente rock.

Quando sai do forno a nova parceria com o DJ Belga Yves V para o público? Além desta, tem alguma outra parceria em vista?

A nossa track com o Yves chama-se “Wow” e sai agora em setembro. Além disso, temos sim outras parcerias e remixes prontos, mas só vamos divulgar quando tivermos uma data de lançamento já acertada pra não gerar expectativa antes da hora. rs.

Felguk On Repeat by felguk

Não deixem de votar na dupla que concorre pela segunda vez ao TOP 100 da Dj Mag.